AOJESPCampanha SalarialCarreiraJudiciário
Tendência

Assembleia-Geral dos Servidores: Entidades exigem que o TJSP abra mesa de negociação

Foi realizada no último dia 17/04, de forma virtual através da plataforma digital ZOOM, a Assembleia Geral dos Servidores do Tribunal de Justiça de São Paulo, que contou com a presença de mais de 300 servidores que deliberaram pelo Estado de Greve imediato e definiram as quartas-feiras como dia fixo de atividades e ações coordenadas em prol da Campanha Salarial 2021. Denominadas “quartas-feiras de lutas”, as atividades se iniciam no dia 28/04. A AOJESP esteve presente ao evento e foi representada pela vice-presidente da entidade, Magali Marinho Pereira.

Durante suas falas, os dirigentes das entidades transmitiram à categoria diversas informações sobre a última reunião realizada com a Presidência do TJSP, ocorrida no dia 9. Como ainda não há nenhuma previsão por parte da instituição de reposição salarial e aumento dos auxílios conforme foram reivindicados através da pauta conjunta, houve muita indignação e insatisfação por parte dos participantes perante o descaso da cúpula do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

 

Além do Estado de Greve e das Quartas-feiras de lutas, veja as outras propostas aprovadas durante a Assembleia:

– Tuitaços toda quarta-feira com uma única hashtag por 2 horas;

– Sala virtual da campanha salarial durante 1h30 às quartas-feiras (entre 12h e 13h30) com debates temáticos da campanha salarial: teletrabalho, assédio moral institucional, acessibilidade e condições de trabalho, etc;

– Acessar as redes sociais do TJ-SP e o “Fale com o Presidente” e cobrar o atendimento às nossas reivindicações e exigir a mesa de negociação;

– Uma vez por semana os trabalhadores de cada circunscrição vão organizar reuniões regionais para debater a campanha salarial e nossas ações;

– Organizar um levantamento entre os trabalhadores (por entidade) sobre os problemas enfrentados no trabalho remoto e de quantos funcionários já tiveram doenças laborais durante este ano de trabalho remoto;

– Associar a nossa luta a campanhas de combate à fome;

– Criação da Comissão para Estudos sobre Teletrabalho, junto com os jurídicos das Entidades (Análise crítica a Resolução 850/21).

Calendário de lutas:

20/4 – Apoio à Greve dos transportes (motoristas, condutores, metroviários)
21/4 – Manifestações pelas liberdades democráticas
26/4 – Frente paulista (1º de maio)
28/4 – 10h atividade do Judiciário (Frente Paulista)
1º de maio – participação ativa em carreatas e apoio às mobilizações
8/5 – 10h – Próxima assembleia geral

Bandeiras de lutas:
1. Vacina imediata e gratuita para todos
2. Luta em defesa do Iamspe.
3. Contra a Reforma Administrativa e a PEC 186.
4. Apoio total as lutas dos Aposentados – Pela aprovação do PDL 22/20 – Contra o decreto 65 021/20. Fim do confisco salarial – Pelo Passe livre dos 60 aos 64 anos
5. Fora Bolsonaro e Mourão e Fora Doria, inimigos do Serviço Público.

Eixos da Campanha Salarial:
1. Auxílio saúde, isonomia com os magistrados.
2. Regulamentação do Trabalho Remoto em Home Office.
3. Reposição das perdas salariais desde 2002.
4. Combate e fim do Assédio Moral e Sexual.

A próxima assembleia está marcada para o dia 08 de maio, às dez horas, também através da plataforma digital ZOOM. A AOJESP fará a divulgação da pauta e cronograma do evento previamente em nosso site e redes sociais.

Luiz Felipe Di Iorio Monte Bastos

Jornalista (MTB nº 46.736-SP) graduado pela Universidade Católica de Santos -UniSantos- e pós graduado no nível de especialização pela Fundação Cásper Líbero.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo